Categorias
Football Manager

Football Manager 2019

A primeira coisa que os veteranos do Football Manager perceberão quando iniciarem o FM 2019 é a aparência atualizada. Quase que poderíamos chamar isso de uma pequena reinicialização da série, com roxos e amarelos substituindo os verdes maçantes das versões anteriores. O Football Manager 2019 parece fresco e vibrante, é preciso algum tempo para uma pessoa se habituar.

Táticas e formações refrescadas

Mas a mudança de tonalidade é sem dúvida a parte menos importante do FM19. Em vez disso, a nossa atenção vai para as novas áreas de táticas e formações – duas das partes mais difíceis de dominar no jogo.

A capacidade de escolher um estilo notável de maneira rápida e fácil é boa – mas não é uma solução que simplesmente fará você jogar como o Barcelona. Escolher o estilo ‘Tiki-taka’ com o Cardiff City, por exemplo, simplesmente não funciona e deixa-o com uma equipa que oferece a bola quase a cada passe. Precisará dos jogadores certos para aproveitar ao máximo essas opções.

Na primeira vez que inicia um jogo e começa a criar uma nova tática, você também terá uma visão geral completa de como tudo funciona – e há muitas informações! Isso ajuda muito os estreantes no FM e é útil para aqueles que não têm muito tempo para se lembrar de como tudo funciona. Essas dicas e instruções não são de forma alguma básicas, mas pelo menos tornam um jogo muito intimidador um pouco mais acessível.

Mais informações sobre os treinos

Este tema da acessibilidade ocorre em todo o Football Manager 2019. Entre na área do treino: os seus estilos atuais são mais acessíveis visualmente do que nas versões anteriores, mostrando um resumo da sua semana e com os melhores desempenhos. Também há uma nova seção “Mentores”, que treinará os jogadores mais jovens para que desenvolvam todo o seu potencial.

Mesmo com a nova maneira de lidar com os treinos, ainda é a parte do jogo que muitos não gostam. A criação de regimes de treino, como se fossem peças de teatro, é demorada e confusa, e somos bombardeados com tanta informação que parece esmagador. Isso é bom para quem joga religiosamente todos os anos, mas para outros jogadores parece ser muita informação. Se prefere concentrar-se em assuntos mais urgentes, pelo menos pode sempre passar os treinos para o seu adjunto.

Nem tudo são maravilhas

O Football Manager 2019 tem muitas coisas novas, mas existem certas áreas que realmente precisavam de melhorias que foram deixadas para lá. O terrível feed da Imprensa ainda flui com visões terríveis dos fãs sobre as contratações, enquanto as respostas em entrevistas coletivas parecem super restritivas. É o mesmo quando se fala com os jogadores – faça um movimento errado e não há como falar a um grupo de jogadores infelizes.

O mecanismo de jogo 3D continua sendo um dos recursos menos favoritos de todo o jogo. Por mais profundo e envolvente que o FM 2019 seja, assim que você entra num ambiente de jogo todos esses ricos detalhes desaparecem. Não estamos a falar dos gráficos– ninguém espera níveis de autenticidade do FIFA. Mas são as animações irritantes e o desempenho problemático que precisam ser aprimorados. Pelo menos, há a visualização 2D clássica, que para muitos parece a maneira certa de jogar um jogo como esse.

Controlar o que os jogadores fazem

A dinâmica dos plantéis foi o principal recurso do FM 2018. Era uma nova maneira de interagir com a sua equipa, avaliar o quanto eles se davam bem e com quais grupos sociais eles se relacionavam. Para muitos, ficar de olho nos jogadores fazia pouca diferença no jogo real. Esse recurso também está presente no FM 2019, e desta vez parece fazer mais diferença no jogo real. Os jogadores já não são tão propensos a sair do controlo, e manter os seus jogadores felizes é mais fácil.

O Football Manager 2019 parece concentrar-se em atrair novos jogadores, mas continuam a ser os veteranos em FM que o aproveitarão ao máximo.